Organizando o ambiente de estudo – Parte 1

Já pensou na importância de um local de estudos para o seu filho?


Para a Análise do Comportamento o nosso comportamento é fruto de relações com o nosso ambiente. Ele fornece fornece "pistas" de como nos comportarmos o tempo todo. Por exemplo, quando você diminui a velocidade do carro ao ver que o semáforo mudou para o amarelo - evitando bater! Sim, eu sei, para algumas pessoas o amarelo significa "corre que dá tempo!"


O ambiente onde o seu filho estuda (ou você trabalha) influência se ele irá estudar ou ver Youtube, esperar o tempo passar, girar na cadeira, apontar o lápis até não ter mais um lápis. Mas o que você pode fazer para ajudar?


As perguntas a seguir podem ajudar a estabelecer um local de estudo adequado, vamos lá?


O seu filho tem um local de estudo?

Não, não estamos falando em ter um escritório em casa. Pode ser estudar sempre no mesmo local, como na mesa da cozinha.


Esse local é minimamente apropriado?

Aqui estamos falando de questões como iluminação, altura entre a cadeira e a mesa (eu já usei muito tijolo como calço para solucionar esse problema).


Esse local está organizado?

Ter tudo no seu devido lugar ajudará a ser eficiente. E não passar horas procurando a borracha.


Mas Mari, como vou manter o local de estudo organizado se ele estuda na mesa da cozinha? Uma atitude científica chamada parcimônia (nome bonito, né?) diz que as respostas simples devem prevalecer. Vai lá no supermercado, pede umas caixas de papelão e organizem o material de estudo dentro. Sugiro fazerem juntos uns desenhos bem legais na caixa para personalizar. Ainda será divertido e criativo!


O local contém somente (e tudo!) o que ele vai precisar para estudar? Não adianta ter todos os livros ao mesmo tempo na mesa, lembrando que a criança está estudando português, mas também tirou nota baixa em matemática...


O material funciona adequadamente, ou seja, o lápis está apontado? Ah, personalizar o local de estudo com o que a criança gosta, pode ser bem legal, desde que ela não perca o foco brincando com essa decoração, por exemplo.


Lembre-se que essas são algumas dicas, mas que cada pessoa é única. Precisa de orientação individualizada. Se você precisar de ajuda procure o nosso serviço “Ensinando a Aprender”.

4 visualizações