Como assim ele gosta de levar bronca?


Para compreender a razão da sua criança estar repetindo um comportamento que só parece gerar consequências desagradáveis (ex.: ela leva bronca, fica de castigo, perde privilégios), a primeira coisa que você precisa compreender é que nem sempre temos consciência da razão pela quando nos comportamos como nos comportamos. E que mesmo que a gente não tenha consciência disso, as leis comportamentais vão continuar a atuar. Pensa assim: uma pessoa não vai sair voando só porque não sabe o que é gravidade não é mesmo? Pois é, o mesmo vale para nosso comportamento.


Outro ponto essencial para compreender o que está acontecendo é entender que o que é reforçador para uma pessoa não necessariamente será para outra (O que seria do amarelo, se todos gostassem do vermelho?) Algumas pessoas vão gostar de serem elogiadas em público, outras vão detestar. Algumas pessoas vão querer escalar montanhas, e se jogar em mares, outras querem Netflix e um sofá. E algumas crianças podem achar que a atenção do adulto, por exemplo, que vem junto com a bronca é “algo bacana”. Calma! Não para de ler. Só pensa em quantas vezes você já viu uma criança fazer algo inadequado e ficar olhando para ter certeza de que o adulto está vendo, e quando ele não está ela ainda anuncia “olha, eu estou subindo no armário de vidro...”.


Além disso, você deve atentar para o seu papel no ambiente da criança. Sim, em geral os adultos possuem o maior controle do ambiente da criança. E são eles que vão estabelecer as consequências pelos comportamentos dela, elogiando, brigando, dando atenção, explicando, mostrando, proibindo, dando carinho, olhando nos olhos, passando tempo juntos, estabelecendo regras, cumprindo com essas regras, etc.


A verdade é que se uma criança está repetindo um comportamento inadequado é porque ele está sendo reforçado pelo ganho de alguma coisa (ex.: um item, atenção, ou a própria realização da ação) ou ele está conseguindo fugir de algo que ele considera ruim (ex.: uma atividade do colégio, escovar os dentes). Vamos conversar mais sobre isso nos próximos textos. Por enquanto o que você deve perceber é que se você está fazendo algo, ou seja, dando uma determinada consequência para o comportamento da criança, e ainda assim a criança continua a fazer o comportamento inadequado ou a evitar o comportamento que seria adequado, é porque ela está sendo reforçada e pode ser uma boa ideia modificar o seu comportamento. Para saber como isso continua corre para o próximo texto!

10 visualizações0 comentário